Altamente Cronicável

Por Luciana Pinsky

Receita-Molhada_cyan
Receita molhada

por Luciana Pinsky

Você é constantemente assediado, eu sei. As mulheres fazem propostas das mais diversas, entendi. Já ofereceram dinheiro, amor eterno, filhos, casamento em diferentes latitudes, noites tortas, dias divertidos… não lhe faltam convites, enfim. Se decorosos ou não, dependem do seu gosto. Se aceitos ou não, dependem dos seus cálculos. Assim suas vaidades são preenchidas, quais as fendas do Muro das Lamentações com papeizinhos de diferentes formatos e pedidos.

Por que, então, se preocupar com a forma física, como eu insisto? Acordar cedo, entrar na água, sentir o esforço em cada movimento? No início, a braçada será torta, meio fora de ritmo. Ao girar o rosto para respirar, o ar não entrará livremente. As pernas, pouco exigidas em tantos anos, ficarão ressentidas pela solicitação inesperada e deixarão isso bem claro. E com as costas tudo pode acontecer: de mero enrijecimento a travamento completo. No entanto, prometo, depois de algumas semanas, pernas, braços, costas e respiração entram em harmonia e você sentirá até desejo de madrugar nos braços não de morenas, ruivas e loiras, mas de uma piscina de 25 metros cuidadosamente aquecida a 28oC.

Calma. Sei que teme que o esporte trague sua energia até então investida em outros prazeres. Isso não acontecerá, pois você é quem você é. Será o mesmo com menos gordura, mais serotonina, músculos e sono à noite. Se perder uma oportunidade ou outra em lençóis interessantes na madrugada, certamente ganhará mais admiradoras na luz do dia. E aceitará, de bom grado, os meus parabéns. Afinal, fiz juramento de Hipócrates. Quero você vivo.

(Ilustração: Thomás Camargo Coutinho – http://www.flickr.com/photos/thomastaipa/

Deixe uma resposta

Fechar Menu